Busca rápidaX

MANCHETES

Série de entrevistas mostra dificuldades dos municípios em meio a crise

31 de maio de 2020

 Uma série de entrevistas, produzidas pela Rádio Progresso, vem traçando um perfil das dificuldades dos municípios da Região neste período de crise agravada pelo Coronavírus e principalmente pela quebra na safra de grãos. Os prefeitos ouvidos pela reportagem têm relatado queda brusca nas arrecadações de impostos, e isso têm, dado um verdadeiro nó na cabeça dos gestores. Na última semana, os Prefeitos de Pejuçara, Joia, Catuípe, Augusto Pestana e Condor foram entrevistados. Em todos os depoimentos, uma dificuldade em comum; manter a prestação de serviços às comunidades e investimentos em Saúde, prioridade neste momento.

 O município de Condor, registrou uma queda de 39% nas suas receitas em Abril. Numero que deve ser ainda maior no mês de Maio. Conforme o prefeito da Cidade Valmir Land, a quebra na agricultura, em decorrência da estiagem, foi o principal fator que contribuiu com a queda na receita. O setor primário corresponde a 63% de toda a arrecadação municipal.

 Em Pejuçara os números não são muito diferentes, a queda na arrecadação nos primeiros Quatro meses de 2020, passou de R$ 1 milhão. Segundo o Prefeito Eduardo Buzatti, a cidade vai receber de socorro financeiro R$500mil em quatro parcelas, o que não resolve a situação.

 Já em Joia, somente em Abril, foram R$1,7milhões a menos nos cofres públicos devido à crise. O prefeito Adrinao Marangon de Lima disse que a quebra na safra de grãos agravou o cenário e freou qualquer tipo de investimentos com recursos próprios.  Marangon disse que a saúde é tratada como prioridade na cidade, porém, recursos extras, como Emendas Parlamentares, têm auxiliado na manutenção de ações importantes.

 Em Augusto Pestana, além da quebra na safra da de grãos e o Coronavírus, a bacia leiteira foi muito afetada com a crise. A cidade é uma das maiores produtoras de leite do Estado.  Vilmar Zimermmann, prefeito de Augusto Pestana, citou perdas milionárias na cidade e salientou que todos os esforços estão sendo feitos para garantir o atendimento básico à população, neste momento.  Sobre o socorro do Governo Federal, Land disse que Condor deve receber pouco mais de R$800mil. Recurso que poderá amenizar, porém, não resolve a crise enfrentada pelo município.

 Em Catuípe, conforme o Prefeito Joelson Baroni, o clima é de otimismo diante da crise enfrentada. Ele disse que sua prioridade é manter a folha de pagamento dos servidores em dia e assim, movimentar a economia local. Baroninho, como é conhecido, disse que a ajuda federal de pouco mais de R$1 milhão vai ajudar para manter as contas em dia e os investimentos necessários para a comunidade.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!