Busca rápidaX

Setembro começa com quase mil focos de queimadas na Amazônia, segundo o Inpe

2 de setembro de 2019
Homens do Exército trabalham no combate ao fogo no Pará — Foto: Divulgação/ Comando Militar do Norte

O mês de setembro começou com 980 focos de queimadas do bioma Amazônia, de acordo com o sistema de monitoramento de focos ativos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O dado se refere ao último domingo (1º) e é o mais recente do Programa Queimadas do Inpe, que tem atualização diária. No primeiro dia do mês de setembro de 2018, havia 880 focos ativos.

De janeiro até o dia 1º de setembro de 2019, o bioma Amazônia acumula 47.805 focos de queimadas. No mesmo período do ano anterior, foram 23.045 focos. Ou seja, o número de focos mais do que dobrou desde o início deste ano, em comparação com o ano passado.

A média mensal dos últimos anos para setembro é 33.426 focos. O recorde para o mês foi atingido em 2007, quando o índice chegou a 73.141 focos.

Desde o início da série de monitoramento, em 1998, em quase todos os anos o número total de focos no mês de setembro é maior do que o de agosto — dos últimos 21 anos, somente em 5 deles o mês de setembro teve menos focos do que agosto.

A temporada de queimadas na Amazônia geralmente se estende durante todo o período de clima mais seco na região, que costuma ir de julho a outubro, mas pode variar de estado para estado.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: G1

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!