Busca rápidaX

MANCHETES

Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados acredita que preço da carne bovina poderá iniciar redução em janeiro

16 de dezembro de 2019
Iepec

O aumento de exportações de carne bovina para a China, em razão dos casos de peste suína naquele país, reduz a oferta do alimento no Rio Grande do Sul, consequentemente ocorre acréscimo do preço para o consumidor.

Durante entrevista na RPI, o diretor executivo do Sicadergs – Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados do Rio Grande do Sul – Zilmar Moussalle, disse que o preço da carne bovina deve seguir em alta até o final deste ano.

Isso porque, neste período de natal e ano novo, tradicionalmente existe grande procura pelo produto, em função dos festejos. Porém, ele acredita que já no início de mês que vem, o consumidor deverá adquirir menos carne bovina, especialmente porque haverá necessidade de pagar as contas normais de início de ano, por exemplo, IPVA, IPTU e material escolar.

Zilmar Moussalle ressaltou que o preço da carne bovina bateu no teto e agora deve começar redução. O diretor executivo do Sicadergs ainda comentou, na Progresso, que a população migrou para a compra de carne de frango e suína, o que também ocasionou elevação dos preços desses produtos.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!