Busca rápidaX

Sindicato é contra formar médicos com 75% da conclusão do curso

1 de abril de 2020

 O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul – SIMERS – mantém posição contraria sobre a indicação do Ministério da Educação em conceder diplomas para novos médicos com 75% da conclusão do curso.

 Segundo a entidade, os últimos 25% dos cursos de Medicina no Brasil, são constituídos pelos estágios, momento em que o futuro profissional se depara com a real condição de trabalho que irá encontrar, principalmente na rede pública de Saúde. Para o Presidente da Entidade Médica, Dr. Marcelo Matias, este não é o momento de colocar no atendimento da população, profissionais que não estarão completamente prontos.

 Marcelo Matias explanou que, a Medicina é o curso que mais envolve tempo de formação e certamente é o curso mais complexo de qualquer universidade que oferte essa graduação. Por isso, é necessário cutela nesse momento.

 Sobre a situação dos profissionais médicos devido a Pandemia de Coronavírus, o Presidente do SIMERS disse que mantém contatos diários com os profissionais que estão na linha de frente, e admite que os Equipamentos de Proteção Individual são fundamentais para que o profissional se mantenha no atendimento aos doentes.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!