Busca rápidaX

MANCHETES

Sindicatos organizam greve geral para esta sexta, 14; 150 cidades do RS devem ter manifestações

13 de junho de 2019

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (12), na sede da Fecosul, em Porto Alegre, a CUT-RS e centrais sindicais – CTB, Força Sindical, CGTB, Intersindical, CSP-Conlutas, Pública, UGT e CSB – e representantes do movimento estudantil, garantiram que Porto Alegre e mais de 150 cidades do interior gaúcho terão greve geral nesta sexta-feira (14) contra a reforma da Previdência, o desemprego e em defesa da educação.  

“Com a unidade e a mobilização de trabalhadores e estudantes, vamos parar tudo no Rio Grande do Sul para evitar o roubo da aposentadoria, exigir geração de empregos e impedir os cortes de recursos nas escolas, universidades e institutos federais”, afirmou o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo.

“O que o trabalhador deve fazer é ficar em casa e cruzar os braços. É melhor perder um dia de expediente do que o direito de se aposentar dignamente. Não haverá transporte em muitas cidades, bancos não vão funcionar, escolas e serviços públicos fecharão e assim por diante. Se for pra sair, que seja para participar das manifestações das centrais sindicais e dos movimentos sociais”, afirmou o dirigente sindical.

Nespolo confirmou que, além das paralisações, serão realizados atos unitários, como na capital gaúcha, às 18h, com concentração a partir das 17h, na Esquina Democrática. A mobilização já havia sido anunciada na plenária estadual das centrais com os movimentos sociais.

Outros sindicatos também sinalizaram com parada total nesta sexta-feira: CPERS (professores estaduais), Sinpro-RS (professores particulares), Sindisaúde-RS (Sindicato dos Profissionais de Enfermagem e Empregados em Hospitais), Sindjus (Sindicato dos Servidores da Justiça do RS), Sintrajufe (Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal e do MPU no RS), Sindsepe (Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul)

Atos e manifestações no Rio Grande do Sul

ALEGRETE

9h30 – Concentração na Praça Nova, seguida de caminhada até o Centro.

CAXIAS DO SUL

16h30 – Ato público na Praça Dante.

CRUZ ALTA

9h30 – Concentração na Praça da Matriz.

ERECHIM

14h – Concentração na Praça dos Bombeiros, seguida de caminhada até a frente do INSS.

FARROUPILHA

10h – Concentração na Praça Central.

FREDERICO WESTPHALEN

14h – Concentração na Praça da Matriz.

IJUÍ

9h – Concentração praça da República

LAJEADO

8h30 – Ato na Avenida Piraí, no bairro São Cristóvão, seguido de caminhada até o centro.

OSÓRIO

8h – Concentração no Instituto Federal, seguida de caminhada até o Largo dos Estudantes, onde durante todo o dia haverá atos e manifestações.

PELOTAS

14h – Concentração no Mercado Público, seguida de atos e manifestações.

PORTO ALEGRE

18h – Ato na Esquina Democrática, com concentração a partir das 17h.

RIO GRANDE

17h – Ato no Largo Dr. Pio.

SANTA CRUZ DO SUL

8h – Concentração da Praça Getúlio Vagas.

SANTA ROSA

8h30 – Ato na Praça da Independência.

17h – Aula Pública na Praça da Bandeira, seguida de marcha Luminosa.

SANTO ÂNGELO

9h30 – Concentração da Praça da Catedral;

11h – Caminhada até a agência do INSS;

15h – Mateada da Cidadania junto à Catedral, com apresentações culturais;

19h30 – Aula Pública na URI

TRÊS DE MAIO

9h30 – Concentração na Praça da matriz, seguida de caminhada e ato público da Praça da Bandeira

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí com informações da CUT-RS.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!