Busca rápidaX

MANCHETES

Sobrevivente de câncer de útero que não podia ter filhos dá luz a gêmeas

30 de janeiro de 2020
Rebecca Allen e seu parceiro Andrew Kirkwood com os gêmeos Luna (ESQUERDA) e Seren Kirkwood (DIREITA). Foto: Agência de Notícias Caters

Uma britânica, sobrevivente de um câncer do colo do útero e que foi informada pelos médicos que não poderia ter filhos, deu à luz a gêmeas, que estão sendo chamadas de milagrosas.

Em 2017, Rebecca Allen, de 41 anos, de Norfolk, foi diagnosticada com câncer cervical em estágio inicial. O diagnóstico mudou a perspectiva de vida dela. “Durante os meus 20 e 30 anos, eu era viciada em trabalho e tinha sempre o objetivo de alcançar a próxima faixa salarial, ou cargo. Uma criança não se encaixava na minha agenda lotada”, lembra Rebecca. “Mas depois do meu diagnóstico, percebi que nada disso era mais importante e queria ser mãe pela primeira vez”, acrescentou.

Também faltava um companheiro. “Eu tinha 30 e poucos anos, estava solteira e tinha câncer, então não era exatamente bom para o meu perfil no Tinder”, brincou ela.

Cirurgia

Após o diagnóstico, Rebecca passou por uma traquelectomia radical – uma cirurgia para “remover o colo do útero, a parte superior da vagina e o tecido de suporte circundante”, de acordo com a Sociedade Canadense do Câncer .

O procedimento geralmente é feito para que as mulheres que lutam contra o câncer cervical em estágio inicial possam ter filhos no futuro. No entanto, aqueles que fazem a cirurgia geralmente correm um risco maior de aborto e precisam ter o bebê por cesariana.

Amor

Logo após a operação, Rebecca Allen disse que conheceu o homem com quem ela passaria o resto da vida: Andrew Kirkwood, de 39 anos. “Quando recebi um ok no meu check-up, começamos a tentar um bebê”.

Ela ficou grávida, mas sofreu um aborto após 10 semanas. Um mês depois, descobriu que estava grávida novamente – desta vez de gêmeos.

“Andrew e eu estávamos esperando más notícias, porque era uma gravidez de alto risco, então concordamos em não olhar para a tela do ultrassom”, disse. “Quando a enfermeira nos disse para olhar, eu não podia acreditar nos meus olhos: dois batimentos cardíacos”, lembrou.

O parto

Em junho, com 34 semanas, Allen passou por uma cesariana de emergência e, finalmente, teve dois bebês saudáveis, Luna e Seren.

“É muito emocionante pensar que não tenho um, mas dois bebês milagrosos, depois de acreditar que talvez nunca seria mãe”, disse ela. “Me acho incrivelmente sortuda por ter gêmeas e sou completamente apaixonada por eles”, concluiu.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Só Notícia Boa

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!