Busca rápidaX

MANCHETES

Soja e milho devem manter estabilidade de preços nos próximos meses

21 de setembro de 2021

A tendência é que o preço pago pela saca de milho ao agricultor, no momento com média de 86 reais e 4 centavos na região de Ijuí, se mantenha pelo menos até janeiro do próximo ano. Conforme o corretor de cereais, Índio Brasil, da empresa Solo Corretora de Cereais de Ijuí, após vai ser preciso analisar as taxas de câmbio e a colheita da safra 2021/2022 no Rio Grande do Sul, estimada em 6 milhões de toneladas.

Índio Brasil observa que há perdas acentuadas na atual safra de milho no Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, visto problemas climáticos, que superam 20 milhões de toneladas. Com isso, vai entrar milho da Argentina no Brasil e mais barato que o produto nacional.

Quanto à próxima safra de soja, o corretor de cereais comenta que existe expectativa, nesta semana, quanto à safra americana, o que repercute nos preços da oleaginosa brasileira. Índio Brasil antecipa que no começo do próximo mês começarão os embarques de soja dos Estados Unidos e não deverá ocorrer corrida pelo produto como foi ano passado. No momento, o preço futuro da soja aponta para algo em torno de 153 reais a saca.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Radio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!