Busca rápidaX

MANCHETES

Suínos são retirados de propriedade em Tenente Portela após desacordo entre produtor e Cotrijuí

8 de novembro de 2016
O promotor de Justiça de Tenente Portela, Guilherme Santos Rosa Lopes, acompanhou na tarde de ontem, 07, a retirada de em torno de 250 suínos de uma propriedade particular na Linha Ortolan, no Município. Na propriedade em questão funcionava uma granja de matriz de porcos, em parceria com a Cooperativa Agropecuária e Industrial – Cotrijuí. As porcas, que serviriam de matriz de procriação de suínos, estariam morrendo de fome, e sofrendo maus tratos.

A situação dos animais foi causada por desacordo comercial entre o locatário do terreno e a Cooperativa. O proprietário, inclusive, busca na Justiça a reintegração de posse do local, já que o locatário estaria descumprido os termos do contrato. Conforme laudo técnico emitido pela Inspetoria de Defesa Agropecuária da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação, os animais foram encontrados em estado de desnutrição e caquexia (fraqueza e perda de peso) por falta de alimentação, além de condições higiênicas e sanitárias em desacordo com a legislação estadual, “acarretando prejuízos ao bem estar animal e aumento significativo da mortalidade”, de acordo com o documento.

Após intervenção do Ministério Público, por meio da Promotoria de Tenente Portela a e do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente, os animais foram retirados do local pela Cotrijuí e levados para uma propriedade no município de Vista Gaúcha. “Os suínos serão alimentados e tratados ainda nesta segunda-feira”, afirmou o Promotor Guilherme Lopes, destacando a preocupação do MP com o bem estar dos animais.

Fonte: MP

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!