Busca rápidaX

MANCHETES

Temporais causam prejuízos localizados em lavouras da região de Ijuí

4 de novembro de 2019
Área de trigo atingida por granizo em Bozano

Algumas lavouras da região de Ijuí registram prejuízos em culturas, devido aos recentes temporais. Segundo o agrônomo do escritório regional da Emater, com sede em Ijuí, os problemas climáticos da semana passada deixaram problemas localizados, por exemplo, em partes de Bozano, Ajuricaba e Catuípe. Porém, os estragos não foram muito extensivos, por exemplo, no trigo, mas que podem ter grande impacto de forma particular para cada agricultor atingido.

O granizo e o vento são os principais causadores de prejuízos, no entanto, para o trigo as constantes chuvas começam a reduzir a qualidade do grão. Gilberto Bortolini enfatizou que dentre os 44 municípios do escritório regional da Emater, sediado em Ijuí, na região Celeiro a colheita está quase concluída, pois o plantio acontece mais cedo.

Já na região entre Ijuí e Cruz Alta ainda há cerca de 30 a 40% de trigo para colher. No geral, nos 44 municípios, dos cerca de 220 mil hectares com o cereal, ainda falta retirar das lavouras entre 25 e 30%.

O rendimento médio é considerado satisfatório, entre 50 e 60 sacas por hectare, mas existem casos de produtores que solicitaram Proagro, visto perdas no trigo. O agrônomo da Emater disse que até sábado a quebra do PH do trigo não era muito acentuada, mas com as chuvas desse início de semana o problema deve ficar mais complicado.

No tocante à soja, cujo plantio está em fase inicial na região de Ijuí, Gilberto Bortolini frisou que é preciso verificar se não há muita compactação do solo onde já teve o cultivo, visto as intensas chuvas. Porém, observou que em razão das precipitações climáticas constantes, o solo não cria superfície mais densa, o que pode impedir a germinação da oleaginosa.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!