Busca rápidaX

Titulares do esporte projetam semifinais da Copa do Mundo

10 de julho de 2018

Com as eliminações de Uruguai e Brasil, a Taça do Mundo vai ficar no Velho Continente pela quarta vez seguida. E será o quarto europeu diferente a conquistar o mundo. Dos últimos cinco campeões diferentes, apenas a França pode repetir a façanha. A final pode ter dois campeões mundiais ou dois países que nunca chegaram à decisão. Nesta terça-feira, começam as semifinais da mini euro que vai apontar o campeão mundial. Confira como os titulares do esporte projetam os dois confrontos.

FRANÇA x BÉLGICA – Terça – 15h

Alessandro Heck: muitos dizem que deste confronto sai o campeão. Não chego a tanto. Fato é que França e Bélgica jogaram para o gasto até agora, mas a Bélgica se mostrou com mais variedade de jogo. O ataque belga com De Bruyne, Lukaku e Hazard é poderoso e Roberto Martinez tem sido mais capaz na leitura dos confrontos do que Didier Deschamps.

Marcel Klein: Mesmo sem o Brasil, ainda é uma provável decisão antecipada. Depois de vencer a Canarinho, os belgas precisam ainda provar que não são a Bulgária de 94 ou a Croácia de 98, que encantam, derrubam campeões e depois disputam o terceiro lugar. A França tem mais qualidade, mas a Bélgica faz história de novo e chega na final.

Fabiano Bernardes: França e Bélgica pra mim é uma incógnita. Times bons, com individualidades belgas mais bem estruturadas psicologicamente pelo fato de ter passado pelo”temido” Brasil. Por isso avança a Bélgica.

INGLATERRA x CROÁCIA – Quarta – 15h

Alessandro Heck: a Inglaterra apressou um pouco o passo. Pode chegar a uma final com uma geração de jovens valores que se imaginava render frutos mais adiante. Mas a tabela ajudou, James não jogou e a Inglaterra avançou. A Croácia parece ter gastado a pilha na primeira fase. Ainda confio mais nos croatas. Se mantiverem a cabeça no lugar é mais seleção que a Inglaterra. Croácia segue.

Marcel Klein: os jovens ingleses já superaram todas as expectativas, mas chega ao seu maior desafio e encontra um adversário mais desgastado pelo tempo extra e pênaltis. Isso pode decidir o confronto, mas ainda aposto em uma partida de exceção de Modric, com a Croácia completando uma final inédita e totalmente improvável.

Fabiano Bernardes: A Croácia chega a semifinal com time mais entrosado e organizado. Conta com destaques individuais com mais experiência, apesar de não ter demonstrado o melhor futebol ainda. Por isso considero ter o favoritismo sobre os ingleses.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Peugeot Champs Elysées
Estude Medicina na Argentina

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!