Busca rápidaX

Titulares do esporte projetam semifinais da Copa do Mundo

10 de julho de 2018

Com as eliminações de Uruguai e Brasil, a Taça do Mundo vai ficar no Velho Continente pela quarta vez seguida. E será o quarto europeu diferente a conquistar o mundo. Dos últimos cinco campeões diferentes, apenas a França pode repetir a façanha. A final pode ter dois campeões mundiais ou dois países que nunca chegaram à decisão. Nesta terça-feira, começam as semifinais da mini euro que vai apontar o campeão mundial. Confira como os titulares do esporte projetam os dois confrontos.

FRANÇA x BÉLGICA – Terça – 15h

Alessandro Heck: muitos dizem que deste confronto sai o campeão. Não chego a tanto. Fato é que França e Bélgica jogaram para o gasto até agora, mas a Bélgica se mostrou com mais variedade de jogo. O ataque belga com De Bruyne, Lukaku e Hazard é poderoso e Roberto Martinez tem sido mais capaz na leitura dos confrontos do que Didier Deschamps.

Marcel Klein: Mesmo sem o Brasil, ainda é uma provável decisão antecipada. Depois de vencer a Canarinho, os belgas precisam ainda provar que não são a Bulgária de 94 ou a Croácia de 98, que encantam, derrubam campeões e depois disputam o terceiro lugar. A França tem mais qualidade, mas a Bélgica faz história de novo e chega na final.

Fabiano Bernardes: França e Bélgica pra mim é uma incógnita. Times bons, com individualidades belgas mais bem estruturadas psicologicamente pelo fato de ter passado pelo”temido” Brasil. Por isso avança a Bélgica.

INGLATERRA x CROÁCIA – Quarta – 15h

Alessandro Heck: a Inglaterra apressou um pouco o passo. Pode chegar a uma final com uma geração de jovens valores que se imaginava render frutos mais adiante. Mas a tabela ajudou, James não jogou e a Inglaterra avançou. A Croácia parece ter gastado a pilha na primeira fase. Ainda confio mais nos croatas. Se mantiverem a cabeça no lugar é mais seleção que a Inglaterra. Croácia segue.

Marcel Klein: os jovens ingleses já superaram todas as expectativas, mas chega ao seu maior desafio e encontra um adversário mais desgastado pelo tempo extra e pênaltis. Isso pode decidir o confronto, mas ainda aposto em uma partida de exceção de Modric, com a Croácia completando uma final inédita e totalmente improvável.

Fabiano Bernardes: A Croácia chega a semifinal com time mais entrosado e organizado. Conta com destaques individuais com mais experiência, apesar de não ter demonstrado o melhor futebol ainda. Por isso considero ter o favoritismo sobre os ingleses.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!