Busca rápidaX

Vendas na Expo-Ijuí/Fenadi deste ano devem se confirmar em bom volume

21 de outubro de 2019

A partir de agora, as direções da Expo-Ijuí e Fenadi, além dos eventos paralelos que aconteceram durante a programação deste ano, se concentram no levantamento de dados. A Expo/Fenadi terminou ontem, num total de 10 dias de atividades.

O vice-presidente da Expo-Ijuí, André Bigolin (foto), disse nesta manhã na RPI que os negócios dos expositores não se concentram somente nos dias da feira, mas também após a programação, ou seja, a Expo/Fenadi serve para prospecção de vendas.

Nesse âmbito, André Bigolin citou especialmente o segmento do agronegócio, área que ele coordenou na Expo/Fenadi deste ano. Porém, comentou que durante a programação deste ano, no parque Wanderley Burmann, houve comercialização de grandes maquinários, como colheitadeiras e tratores, o que envolve bastante recursos financeiros.

Ainda sobre o setor do agronegócio, André Bigolin destacou que praticamente todas as empresas que participaram da Expo-Ijuí/Fenadi deste ano pretendem retornar em 2020 e algumas vão precisar de área maior para expor os maquinários.

Sobre o público da feira, Bigolin frisou que o movimento ficou dentro do esperado, mesmo ainda sem dados finais do montante de pessoas que esteve no parque Wanderley Burmann. No entanto, adiantou que o público desse ano foi menor que a Expo/Fenadi de 2018, quando houve cerca de 150 mil pessoas. Até porque, em 2019, a feira teve um dia a menos que o ano passado e os feriados relativos ao Dia das Crianças e aniversário de Ijuí caíram em dois sábados, ao invés de dia da semana.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!