Busca rápidaX

Vereador que teve mandato cassado em Ijuí em primeira instância desafia comprovação de denúncias

12 de julho de 2018
Foto: PDT

O vereador de Ijuí, Darci Pretto, do PDT, falou hoje na RPI a respeito da decisão em primeira instância que cassou o seu mandato, o deixou inelegível por oito anos, além de pagamento de multa. Disse que nunca comprou votos e nem usou outros ilícitos para se eleger. Afirmou que o Juiz eleitoral que o condenou usou suposições e não provas concretas.

Desafiou a quem quer que seja para mostrar qualquer pessoa que comprove que ele cometeu o ato que foi condenado. Darci Pretto salientou que o processo contra ele está cheio de irregularidades e ilações. Pela decisão da Justiça, o vereador tem que deixar o cargo imediatamente, mas deve apresentar recurso, que pode mantê-lo no cargo no legislativo ijuiense.

Também outras pessoas, supostamente envolvidas na compra de votos no mesmo processo, foram condenadas com a perda dos direitos políticos.

Compartilhar
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!